Vereadores vão cobrar explicações da Prefeitura sobre rateio do FUNDEB

por Milene de Oliveira Thomé publicado 13/01/2021 09h47, última modificação 13/01/2021 09h47
Professores da rede municipal de ensino se reuniram com os vereadores na tarde desta terça-feira, 12/1, para tratar do rateio do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica – FUNDEB e outras pautas referente a melhorias trabalhistas e na educação.

 Professores da rede municipal de ensino se reuniram com os vereadores na tarde desta terça-feira, 12/1, para tratar do rateio do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica – FUNDEB e outras pautas referente a melhorias trabalhistas e na educação.

 Os profissionais cobram um posicionamento com documentação comprobatória da Prefeitura de Boa Vista desde setembro do ano passado. Houve reuniões com representantes do Executivo, mas nada que pudesse explicar em detalhes onde foi parar o dinheiro do Fundeb.

Por isso a categoria decidiu procurar os vereadores, que têm prerrogativas para pedir explicações ao Prefeito.

 “Nós pedimos mais esclarecimentos já que 2020 foi um ano pandêmico e houve menos gastos institucionais, toda sociedade sabe disso. Portanto segundo a lei, deveria haver o rateio entre os profissionais do magistério” - comentou a professora Antônia Pedrosa.

 O Presidente da Câmara Municipal de Boa Vista, Genilson Costa, junto com outros vereadores irão cobrar do Executivo Municipal, essas informações.

"Vamos solicitar da Prefeitura detalhe por detalhe de como esse recurso foi utilizado, já que as ponderações dos professores são plausíveis”.Nosso papel é de fiscalizar os recursos públicos e assim como os professores, todas as categorias podem buscar a Câmara e seus vereadores” – pontuou Genilson. Na reunião, os professores também pediram que a Câmara cobre do Executivo, um protocolo de segurança de retorno às aulas.