Vereadores vão à Eletrobras para apurar taxas de iluminação do residencial Vila Jardim

por lucas93 — publicado 25/10/2017 16h05, última modificação 25/10/2017 16h05
Cada apartamento do residencial paga, em média, R$ 23,00 de iluminação pública, valor considerado alto comparado a uma casa da zona leste
Vereadores vão à Eletrobras para apurar taxas de iluminação do residencial Vila Jardim

Vereadores e moradores em reunião na Eletrobras Roraima (Foto: Divulgação)

Os vereadores Albuquerque (PC do B) e Ítalo Otávio (PR) se reuniram nesta quarta-feira, 25, com o gerente comercial da Eletrobras Roraima, Albhetson Peixoto, para apurar as taxas de iluminação pública cobradas no residencial Vila Jardim, localizado no bairro Cidade Satélite, zona oeste de Boa Vista.

Os parlamentares compõem a comissão da Câmara de Boa Vista, criada para rever as taxas de iluminação pública e esgoto praticados na localidade. O síndico de um dos prédios do Vila Jardim, Edivaldo Silva de Abreu, e o pastor evangélico Evangelista Nobre, representaram o residencial.

Cada apartamento do residencial paga, em média, R$ 23,00 de iluminação pública, valor considerado alto, comparado à taxa cobrada em uma casa do bairro Paraviana, na zona leste da cidade.

“No Paraviana, uma casa de luxo paga R$ 16,00 de taxa de iluminação. Sabendo que o residencial é destinado a pessoas de baixa renda, onde R$ 10,00, R$ 5,00, R$ 2,00 fazem falta, nós queremos mudar essa realidade”, declarou Otávio.

O parlamentar disse que irá procurar a Secretaria Municipal de Serviços Públicos e Meio Ambiente para tentar reduzir as taxas. “Nós iremos conversar com o secretário Daniel Peixoto, vamos tentar cadastrar todas essas pessoas ou ver a viabilidade disso, ver legalmente como é que faz para que as pessoas sejam acolhidas pelo COSIP (Contribuição para o Custeio de Iluminação Pública), que, segundo Albhetson, é para cadastrar eles como baixa renda”, disse.

“Quem é de baixa renda, vai ter a taxa reduzida de R$ 23,00 para R$ 3,50. O segundo passo é nós vereadores tentarmos mudar as leis que permitem a cobrança desses valores exorbitantes”, finalizou Ítalo Otávio.

Para Evangelista Nobre, o apoio da Câmara nesta causa é importante para resolver a situação. “Certamente nós vamos ter bom êxito e ganhar essa ‘guerra’”, declarou o morador.

O síndico Edivaldo Silva de Abreu agradeceu à Câmara. “Quando o vereador se propõe a lutar pela gente, isso é de extrema importância. A gente agradece os vereadores Ítalo e Albuquerque, por estarem nesta ação com a gente, para brigar pelas melhorias do nosso residencial Vila Jardim”, destacou.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.