Vereadores e comunidades terapêuticas discutem emenda aprovada na Câmara de Boa Vista

por lucas93 — publicado 26/01/2018 09h34, última modificação 26/01/2018 09h34
Emenda de R$ 500 mil dos vereadores Júlio Medeiros e Pastor Jorge será destinada a entidades que tratem de dependentes químicos na capital
Vereadores e comunidades terapêuticas discutem emenda aprovada na Câmara de Boa Vista

Reunião no plenarinho (Foto: Danielle Silva/Secom CMBV)

Vereadores e representantes de comunidades terapêuticas locais se reuniram nessa quinta-feira, 25, no plenarinho da Câmara de Boa Vista, para discutir a aplicação dos R$ 500 mil da única emenda aprovada no orçamento municipal de 2018. Os recursos são da Secretaria Municipal de Gestão Social (Semges).

A emenda dos vereadores Júlio Medeiros (Podemos) e Pastor Jorge Rocha (PSC) será destinada às associações ou Organizações Não-Governamentais (ONGs) que tratem de dependentes químicos na capital. A ideia surgiu durante a audiência pública realizada pela Câmara, em agosto passado, cujo tema foi a dependência química em Boa Vista.

Além de Medeiros e Rocha, esteve na reunião o presidente da Câmara, vereador Mauricélio Fernandes (PMDB), o líder do Movimento de Apoio aos Dependentes Químicos em Roraima, Kinho Corrêa, e presidentes de comunidades terapêuticas, como os pastores Carlos Ribeiro (Agapão) e Júnior Campos (Impacto).

Na reunião, eles falaram sobre o planejamento da aplicação dos recursos, as entidades que serão beneficiadas, bem como os requisitos para elas receberem o dinheiro.

Os vereadores garantiram que irão se reunir com a Prefeitura de Boa Vista, para definir o assunto e ouvir a proposta do Executivo para a aplicação do dinheiro. “As associações têm que se enquadrar no trâmite legal. Acho que logo após o Carnaval, nós teremos a condição de avançar neste assunto”, destacou Medeiros.

Mauricélio Fernandes disse que a Câmara irá auxiliar as comunidades terapêuticas no que precisarem para se adequarem à lista de requisitos posteriormente definidos pela Prefeitura.

“Nós vamos estar acompanhando, ajudando as entidades para que elas possam, em pouco tempo, adquirir esta ajuda para poder continuar seus trabalhos, que já fazem sem recurso nenhum. E agora, com esses R$ 500 mil, eles vão poder trabalhar muito melhor”, disse Pastor Jorge.

Kinho Corrêa destacou sua “luta” de mais de 15 anos para sensibilizar o Poder Público da importância de ajudar o tratamento da dependência química. “Esta emenda vai dar uma aliviada muito grande em relação àqueles que estão sofrendo por conta da dependência química”, declarou.

“Este momento é um momento de felicidade para a gente. Nós vamos poder ampliar o nosso trabalho com esta emenda parlamentar”, disse o pastor Carlos Ribeiro.

“Graças ao trabalho dos vereadores da Câmara Municipal, junto com o Poder Executivo, hoje estamos avaliando de uma forma positiva. Creio que é uma bênção”, disse o pastor Júnior Campos.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.