Vereadores aprovam reajuste de salário dos servidores municipais e da gratificação de professores

por lucas93 — publicado 20/06/2018 16h10, última modificação 20/06/2018 16h10
Salário dos servidores da administração direta e indireta será reajustado em 2,95% e a Gratificação de Incentivo à Docência passará de R$ 500 para R$ 600
Vereadores aprovam reajuste de salário dos servidores municipais e da gratificação de professores

Vereador Zélio Mota, líder do Executivo na CMBV (Patrício Bispo)

Os vereadores de Boa Vista aprovaram nesta quarta-feira, 20, projeto que reajusta os salários dos servidores da administração direta e indireta, em 2,95%, retroativo a 1º de maio deste ano.  O reajuste também vai ser estendido aos pensionistas, aposentados e cargos comissionados. O texto segue para a sanção da Prefeitura da capital.

Conforme o texto do projeto, o reajuste observa as prescrições legais, atende a capacidade financeira do Município e respeita os limites da Lei de Responsabilidade Fiscal e visa valorizar os servidores municipais, além de compensar perdas salarias decorrentes da inflação.

O impacto financeiro elaborado pela Secretaria Municipal de Administração chega ao montante de R$ 936 mil, 968 mensais, sendo R$ 297 mil, 756 para Secretaria Municipal de Administração e Gestão de Pessoas (SMAG), R$ 419 mil, 745 para a Secretaria de Educação e Cultura (SMEC), R$ 24,731 para a Secretaria de Gestão Social (Semges) e R$ 194 mil, 135 para a Secretaria Municipal de Saúde (SMSA).

O vereador Zélio Mota (PSD), líder da Prefeitura na Câmara, afirmou que mesmo diante da crise econômica no Brasil, o Executivo fez “muitos esforços, com muita responsabilidade” para tornar realidade o reajuste.

GID

O plenário aprovou também, por unanimidade, o reajuste da Gratificação de Incentivo à Docência (GID), que passou de R$ 500,00 para R$ 600,00, o que representa um impacto orçamentário de R$ 137 mil mensais. Serão contemplados todos os professores em efetivo exercício na sala de aula, independente da titulação de área de atuação.

“Mais uma vez o Executivo vem fortalecer a questão da educação, trazendo o incentivo aos professores e esta nobre Casa tem tido o compromisso com os professores”, afirmou Zélio Mota.

Aprovado, o projeto também segue para a sanção da Prefeitura.