Governador e vereadores debatem ações de apoio a promotores de evento

por Milene de Oliveira Thomé publicado 08/04/2021 17h03, última modificação 08/04/2021 17h03
A convite do vereador Nilson Bispo, o governador do estado de Roraima, Antonio Denarium participou de reunião na manhã de hoje,08-04, com os vereadores e promotores de eventos de Roraima.

A convite do vereador Nilson Bispo, o governador do estado de Roraima, Antonio Denarium participou de reunião na manhã de hoje,08-04, com os vereadores e promotores de eventos de Roraima.
O vereador Nilson Bispo esclareceu que foi procurado por representantes de mais de 12 segmentos diferentes de pequenos empreendedores do setor de eventos, pedindo que a Câmara se mobilize para buscar uma solução para a categoria, uma vez que eles são responsáveis pelo sustento de milhares de famílias e desde o início da pandemia são impossibilitados de trabalhar.
Conforme justificou Nilson Bispo, os vereadores não estão defendendo a liberação dos eventos indiscriminadamente, até porque todos têm bom senso de que o momento da pandemia ainda é delicado, porém, ressalta que o debate promovido hoje visa que as autoridades escutem as demandas da categoria e debatam ,em conjunto, uma alternativa para que os pequenos empresários possam voltar a trabalhar para garantir o sustento de suas famílias.
Antonio Denarium pontuou ações que o Governo já está promovendo para amparar as mais de 5 mil pessoas que direta ou indiretamente trabalham ligadas às mais de 384 empresas dos produtores de eventos em Roraima, um dos setores mais prejudicados com o isolamento.
O governador admitiu a possibilidade de abertura dos eventos, com uma regulamentação por decreto, com critérios rigorosos e regras que devem ser seguidas rigorosamente, buscando conciliar economia com saúde.
Antonio Denarium também sugere que nessa regulamentação, esteja a isenção do pagamento de tributos e taxas por um período de tempo
Diante dos debates na Câmara, os vereadores decidiram elaborar uma proposta de lei, com todos os critérios e rigor para resguardar a saúde de todos, e encaminhar ao Executivo Municipal a autorização de alguns eventos e também a isenção de tributos e taxas que os empresários estão sendo obrigados a pagar, mesmo com os ambientes fechados há mais de um ano.