Em sessão itinerante da Câmara, moradores do Jóquei Clube pedem segurança pública

por lucas93 — publicado 08/11/2017 12h10, última modificação 08/11/2017 12h10
A Câmara irá elaborar um relatório com as reivindicações dos moradores, que será enviado aos órgãos competentes
Em sessão itinerante da Câmara, moradores do Jóquei Clube pedem segurança pública

Sessão itinerante no Jóquei Clube (Foto: Danielle Silva/Secom CMBV)

A Câmara de Boa Vista realizou na noite desta terça-feira, 7, a sua sétima sessão itinerante em 2017. E o contemplado desta vez foi o bairro Jóquei Clube, onde os moradores da localidade e do vizinho Asa Branca solicitaram, entre outras demandas, a presença das forças de segurança, como a Guarda Civil Municipal e a Polícia Militar.

O servidor público Josemar Sales, que vive na localidade há 15 anos, relatou que cenas de arrombamento de casas e o consumo e o tráfico de drogas são constantes na região. Ele também solicitou políticas públicas voltadas para os jovens, além de calçadas.

Sales elogiou a “excelente atitude da Câmara de se aproximar da população”. Para ele, é uma forma de os vereadores “legislarem melhor e fazer uma boa fiscalização por parte do Município.”

Em resposta à solicitação de Sales pela Polícia Militar, o presidente da Casa Mauricélio Fernandes (PMDB) garantiu que, mesmo que a PM seja do Governo do Estado, o relatório que a Câmara irá elaborar a partir das reivindicações dos moradores também será enviado ao Executivo Estadual.

“Nós vamos enviar o documento também ao secretário de Segurança do Estado, à Guarda Municipal, à Polícia Militar, para que possam tomar as medidas cabíveis, para trazer a tranquilidade e segurança para a nossa população”, disse o vereador.

Moradora do Jóquei Clube há 25 anos, Anailza Lúcia de Oliveira Nobre solicitou, durante o evento, iluminação pública, ressaltando a “escuridão” em alguns pontos do bairro. Ela também pediu atenção ao igarapé Pricumã, que, segundo ela, parece uma “vala”, pois está tomado por mato e lixo, ambiente propício para doenças.

Todos os problemas foram anotados e os vereadores irão cobrar das autoridades competentes as devidas providências. “Na sessão itinerante, tivemos a oportunidade de ouvir a população, que fez suas reivindicações, e nós mostramos o trabalho da Câmara Municipal, com mais de 2,4 mil matérias legislativas, só em 2017”, destacou o vice-presidente Júlio Medeiros (Podemos).

A próxima sessão itinerante será nessa quinta-feira, às 9 horas, na comunidade indígena do Campo Alegre, no baixo São Marcos.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.