Câmara discutirá em audiência pública a implantação de campos de refugiados na fronteira

por lucas93 — publicado 16/08/2018 12h21, última modificação 16/08/2018 12h21
O evento foi solicitado pelo vereador Pastor Jorge, por meio de requerimento aprovado pelo plenário nessa quarta-feira
Câmara discutirá em audiência pública a implantação de campos de refugiados na fronteira

O plenário da CMBV (Danielle Silva)

A implantação de campos de refugiados na fronteira entre Brasil e Venezuela será discutida em audiência pública, na Câmara Municipal de Boa Vista. A Casa ainda não definiu a data para o evento, mas deve realizá-lo ainda este mês.

A audiência foi solicitada pelo vereador Pastor Jorge (PSC), cujo requerimento foi aprovado pelo plenário nessa quarta-feira, 15. “A audiência dará a possibilidade de discutirmos com autoridades competentes uma solução para um problema que estamos vivendo há mais de um ano e está aumentando cada dia mais”, pontuou o requerente do evento.

Segundo a Polícia Federal, cerca de 500 venezuelanos entram diariamente pela fronteira, fugindo da grave crise econômica e política do País, e 16 mil pedidos de refúgio foram solicitados apenas no primeiro semestre.

Temporários, os campos de refugiados são montados com barracas e possibilitam o básico para a sobrevivência. Providenciam, por exemplo, locais para dormir, higiene pessoal, medicamentos e alimentação.

Para discutir a implantação, a Casa irá convidar representantes da Organização das Nações Unidas (ONU), do Gabinete Integrado de Gestão Migratória, do Exército Brasileiro, da Defensoria Pública do Estado de Roraima (DPE), do Ministério Público Estadual (MPE) e da Advocacia Geral da União (AGU).

Representantes da Prefeitura de Boa Vista e do Governo do Estado, além de deputados e senadores roraimenses no Congresso, também serão convidados.