Câmara de Boa Vista homenageia oito personalidades locais com honrarias

por lucas93 — publicado 21/11/2018 13h39, última modificação 21/11/2018 13h39
Indicados por três vereadores, os homenageados receberam títulos, medalhas e diplomas
Câmara de Boa Vista homenageia oito personalidades locais com honrarias

Vereadores e homenageados (Foto: Danielle Silva)

A Câmara Municipal de Boa Vista homenageou nesta quarta-feira, 21, no plenário Estácio Pereira de Mello, oito personalidades locais que prestaram relevantes serviços à sociedade local. O evento teve a presença de familiares e amigos dos agraciados.

Os homenageados foram indicados por três vereadores e receberam títulos, medalhas e diplomas. “É uma satisfação muito grande para a Câmara Municipal de Boa Vista promover este ato singelo, simples, mas de muita importância para esta Casa. Cada um de vocês têm contribuído para a nossa sociedade, dado o seu melhor”, disse o vereador Zélio Mota (PSD) aos agraciados.

Entre os indicados pelo vereador Professor Linoberg (Rede), estavam a artista-pintora Carmézia Emiliano e o cantor, produtor cultural e professor Eliakin Rufino, que receberam o Diploma de Gratidão da Cidade de Boa Vista.

Rufino agradeceu a homenagem e pediu mais atenção à cultura local. “Abrimos mão de tentar carreira fora de Roraima. Artistas vão para Rio e São Paulo, mas nós preferimos ficar aqui, ser referência local, ajudar a construir a identidade cultural deste povo”, destacou ele, que forma o Trio Roraimeira com os cantores Neuber Uchôa e Zeca Preto, os quais receberão no Palácio do Planalto, em Brasília, no dia 28, a Ordem do Mérito Cultural, principal condecoração cultural do País.

A vereadora Tayla Peres (PRTB) indicou para receber a Medalha de Honra ao Mérito Rio Branco os cirurgiões dentistas Brainner Mendonça Martins, Jorge Guilherme Vieira Nogueira e Leonardo Damasceno Menezes, os quais também são capitão da Polícia Militar, agente da Polícia Federal e subtenente do Corpo de Bombeiros, respectivamente.

Ao receber a honraria, Martins lembrou quando chegou a Boa Vista há mais de dez anos. “Cheguei nesta terra, fui bem acolhido. Aqui construí minha vida, minha família, o meu trabalho profissional e pretendo continuar a contribuir com a sociedade boavistense. Reafirmo este meu compromisso”, declarou.

Por sua vez, foram indicados pelo vereador Zélio Mota a professora Nilza Saraiva Feitosa e os pastores Adailson Nobre da Silva (Igreja Batista da Liberdade) e José Ildemar da Silva Abreu (Verbo da Vida), que receberam o Título de Cidadão Boavistense.

“A gente fica tão lisonjeado, tão grato a Deus por receber esta homenagem, receber uma coisa tão maravilhosa”, disse Abreu, que além de lembrar da chegada a Boa Vista há 25 anos, agradeceu à esposa por ter-lhe ajudado em sua vida. 

AS HONRARIAS

O título é concedido a quem presta relevantes serviços à sociedade boavistense e quem o recebe, torna-se conterrâneo da cidade, mesmo que não tenha nascido ou resida no local que lhe agraciou. Por sua vez, o diploma é um agradecimento a quem promove benefícios à capital, e o requisito para recebê-lo é morar na cidade. Por fim, a medalha é dada a pessoas ilustres e empresários locais que prestaram importantes serviços à comunidade.