Câmara de Boa Vista aprova mudança do nome da rua Freijó, no Paraviana

por lucas93 — publicado 20/03/2018 15h10, última modificação 20/03/2018 15h10
Se o Projeto de Lei do vereador Rômulo Amorim for sancionado, a rua do bairro se chamará Maria Socorro de Alencar Meira
Câmara de Boa Vista aprova mudança do nome da rua Freijó, no Paraviana

Vereador Rômulo Amorim (Patrício Bispo)

A Câmara de Boa Vista aprovou nesta quarta-feira, 20, em segundo turno, Projeto de Lei do vereador Rômulo Amorim (PTC) que muda o nome da rua Freijó, no bairro Paraviana, para Maria Socorro de Alencar Meira, em homenagem à assistente social que morreu em 2015, aos 54 anos, depois de ter prestado relevantes contribuições para a Saúde de Roraima.

O texto segue para a sanção da prefeita Teresa Surita (MDB). Para a proposta tramitar na Casa, o autor do projeto colheu assinaturas de 32 moradores da rua Freijó, que concordaram com a mudança do nome.

Conforme Rômulo Amorim, a homenageada Maria Socorro contribuiu marcante e positivamente para o Estado, por ter em mente a importância de prestar serviços de qualidade para a população.

Nascida em São Paulo (SP), em 18 de dezembro de 1960, Maria Socorro chegou a Roraima em 1989. No Estado, iniciou sua trajetória profissional como assistente social no Serviço Social da Indústria (Sesi) e ainda foi professora e coordenadora de Criminologia no Instituto Superior de Segurança e Cidadania, e diretora do Centro de Saúde Olenka Macellaro e do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA).

Ela ainda dedicou-se ao trabalho social na Liga Roraimense de Combate ao Câncer (LRCC) e obteve destaque nos serviços de testagem e aconselhamento dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), na área de DST-HIV-Aids, ao atuar em palestras de educação, aconselhamento e prevenção das doenças sexualmente transmissíveis.

Maria Socorro encerrou a carreira como servidora federal no Instituto Nacional do Seguro Nacional (INSS) e em Roraima, no hospital materno Nossa Senhora de Aparecida. No mesmo ano de sua morte, teve o nome eternizado no Serviço de Assistência Especializada do hospital Coronel Mota.

Yanne Pinheiro
Yanne Pinheiro disse:
29/11/2019 13h12
Nós moradores da Freijó não queremos que nossa Rua mude de nome isso nao condiz c a realidade, sou moradora a mais de 10 anos e temos um grupo de moradores especifico da rua a alguns anos e todos discordam nunca assinamos nada queremos nossa rua c o mesmo nome temos filhos pequenos que c a faciliade do nome inclusive ja aprenderam a sua rua em caso de emergencia. Nunca fui passado para tds moradores isso, tudo isso é inaceitavel e revoltante vamos recolher assinaturas contra isso somos um grupo unido pela nossa rua. Inaceitavel
Fabiano
Fabiano disse:
11/02/2020 13h18
Quero ter acesso a esses nomes, pois em contato com pelo menos 25 moradores da Rua Freijó, ninguém assinou. É realmente um absurdo isso, causando transtorno aos moradores que terão que atualizar a força seus dados cadastrais de endereço. Ao invés do vereador apresentar projetos que ajudem os munícipes, faz o contrário, revoltante isso.
Regiane Fredi
Regiane Fredi disse:
22/04/2020 13h49
Eu não assinei nada e muito menos meus vizinhos. Moramos nesta rua a mais de 20 anos e nunca ninguém bateu na nossa porta colhendo assinaturas e mesmo que tivesse vindo a minha resposta seria negativa. Quer homenagear, coloque o nome em ruas de bairros que ainda não foram nomeadas. Palhaçada!
Comentários foram desativados.