Aprovado PL de Prof. Linoberg que dá nome à rua do bairro Laura Moreira

por lucas93 — publicado 02/10/2018 13h14, última modificação 02/10/2018 13h14
A rua poderá receber o nome da ex-servidora pública Aldair Veras de Castro. Ao propor o nome, o vereador teve o apoio de 90% dos moradores da via
Aprovado PL de Prof. Linoberg que dá nome à rua do bairro Laura Moreira

Família de Aldair e vereador Prof. Linoberg (Danielle Silva)

Os vereadores de Boa Vista aprovaram nesta terça-feira, 2, o Projeto de Lei 321/2018, de Professor Linoberg (Rede), que nomeia a rua CC12, no Conjunto Cidadão (localizado no bairro Laura Moreira), para Aldair Veras de Castro. O texto segue para a sanção da Prefeitura.

O vereador revelou que o nome da ex-servidora pública foi sugerido depois de ser procurado nas redes sociais pelo neto de Aldair Veras, o servidor público Márcio Bandeira, que contou-lhe a história da homenageada. Depois, Linoberg sugeriu o nome aos moradores da rua e contou com o apoio de 90% deles.

Na sessão desta terça, familiares de Aldair Veras, como filhos, netos e genro, comemoraram a aprovação do projeto. “Toda a família fica muito feliz com essa homenagem”, disse Márcio Bandeira.

Aldair Veras morreu em 2011, aos 86 anos, vítima de uma parada cardíaca, e deixou 13 filhos, 20 netos e 24 bisnetos. “A dona Aldair Veras foi uma pessoa que trabalhou muito pelo antigo Território Federal de Roraima, também foi representante da Casa dos Estudantes e outras pessoas que ajudaram a construir o Estado passaram pelo local de trabalho da minha avó. Em vida, ela sempre foi uma pessoa muito humana”, completou o neto.

A homenageada nasceu em Boa Vista, em 15 de outubro de 1925, e no início de sua vida, morou em Manaus (AM), onde concluiu o Ensino Médio. Quando retornou à capital roraimense, trabalhou como assistente administrativa na Prelazia - antigo Palácio do Governo.

Depois da criação da criação do então Território Federal do Rio Branco (atual Estado de Roraima) em 1943, passou a trabalhar na Divisão de Obras do Governo. Posteriormente, Aldair exerceu em Manaus a representação do Governo do Território, e ficou no ofício na gestão de três governadores.

Na capital do Amazonas, Aldair Veras fora uma mãe para jovens roraimenses que iam estudar na cidade, pois recebia-os na Casa dos Estudantes e dava-lhes o apoio necessário. Por conta disso, jovens formaram-se e tornaram-se, por exemplo, políticos, empresários e servidores públicos.

Aldair Veras voltou a Boa Vista e trabalhou na Companhia da Águas e Esgotos de Roraima (Caer) até aposentar-se. Em 1945, casou-se com Jorge Henrique de Castro.