Câmara aprova projeto de Manoel Neves que institui a campanha Coração Azul

por José Lucas publicado 16/08/2017 13h55, última modificação 16/08/2017 13h55
Campanha será realizada na última semana de julho e visa combater o tráfico de pessoas
Câmara aprova projeto de Manoel Neves que institui a campanha Coração Azul

O vereador Manoel Neves, autor do projeto de lei (Foto: Danielle Silva/Secom CMBV)

A Câmara de Boa Vista aprovou por 18 votos, nesta quarta-feira, 16, em segunda discussão, o Projeto de Lei 82/2017, do vereador Manoel Neves (PRB). A proposta visa instituir, no âmbito municipal, a campanha Coração Azul, na última semana do mês de julho. O texto segue para a sanção ou veto da prefeita Teresa Surita (PMDB).

A ação será realizada anualmente e tem por objetivo combater o tráfico de pessoas. Empresas públicas e privadas, autarquias e as sedes dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário poderão utilizar a iluminação azul, para promover a conscientização do combate a esse crime.

A campanha visa ampliar os espaços de discussão sobre o tráfico de pessoas. Na semana da ação, no dia 30 de julho, é o Dia Mundial de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas. A data foi instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU), em 2013.

“Vivemos num Estado que faz fronteira com dois países e sabemos de muitos casos de jovens, crianças e rapazes que são levados para outros países, e se tornam escravos do tráfico, se envolvendo, inclusive, com o tráfico de drogas”, justificou Manoel Neves sobre a elaboração do projeto.

“Queremos fazer uma campanha educativa conscientizando as famílias contra o tráfico de pessoas na última semana de julho. Esse projeto já existe em outros países, como os Estados Unidos, onde existe uma campanha educativa sobre o tema”, finalizou o vereador.

No primeiro turno, o projeto foi aprovado por 18 vereadores. Antes de ir ao plenário, a proposta obteve pareceres favoráveis das comissões de Legislação, Justiça e Redação Final, de Obras, Urbanização, Transportes, Habitação e Serviços Públicos, e de Economia, Finanças e Orçamento.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.